Memórias de um Jardim

“… é porque tem vezes que eu tenho que ir até o parque pra resolver a briga pelos baldes, não dá pra resolver de longe”.

Outro dia, eu ouvi essa frase de uma criança de 4 anos quando perguntada, por sua professora,  pelo motivo que a fazia sair tantas vezes da sala e interromper a brincadeira com seu grupo. E isso, pude ver em um breve minuto em que eu entrei, apenas para entregar um aviso à professora de sala.

E pensei:
-Uma criança que “abandona” o brinquedo para ajudar causas alheias, sem dúvida, é prenúncio de bons tempos pra esse país, no futuro.

Saí de lá, com um aviso a menos e uma lição a mais…

Um jardim que me presenteia com momentos assim, sempre fará parte das minhas melhores memórias!

Liris Letieres – Coordenadora de Eventos

Memória - 45 anos